29 maio 2016

Oração






Mônica Turolla 

Falamos em oração e logo nos vem à mente as preces que são aprendidas, decoradas, palavras rebuscadas, textos elaborados... e há pessoas que dizem não saber como orar. Porém, orar é simples, é como uma conversa. 

A oração é uma forma de ligação com divindade, não sendo importante como esta divindade é nomeada, Deus, Jeová, Alá, Universo, Poder Criador, Fonte, etc. A divindade existe e podemos nos conectar a ela, é uma fonte de energia, e a oração é uma invocação. Invocamos esta energia divina para que ela atue na nossa experiência. 

Aos que não creem ou não possuem uma religião específica a notícia é: a divindade também atua em vocês! Crendo ou não ela existe. Podemos escolher experimentar esta energia de forma mais focada ou não. Só. Não há como evitar isso. Ela existe, faz parte.

Dedicar um momento do dia para prestar atenção nos que temos, agradecer, refletir sobre o que precisamos, queremos e invocar este auxílio sempre disponível pode proporcionar bem estar e até aliviar o stress. Todas as filosofias e religiões relatam os benefícios da prece e da meditação, e experimentos científicos já comprovaram que as pessoas que cultivam este hábito são mais felizes, se recuperam mais rapidamente em caso de doenças, enfrentam as dificuldades com mais leveza.

Orar, meditar, tem um efeito benéfico a nível cerebral, orgânico, porque não desfrutar deste benefício? Não importa de que maneira isso é feito, desde que haja intenção, sentimento. É assim que funciona, expresse o seu sentimento, com suas palavras e está feito. A fonte entende. Ela lê a vibração com a prece é feita. Podemos ser mais felizes desfrutando deste benefício!








Que eu continue a acreditar no outro mesmo sabendo de alguns valores tão esquisitos que permeiam o mundo; 

Que eu continue otimista, mesmo sabendo que o futuro que nos espera nem sempre é tão alegre; 

Que eu continue com a vontade de viver, mesmo sabendo que a vida é, em muitos momentos, uma lição difícil de ser aprendida; 

Que eu permaneça com a vontade de ter grandes amigos(as), mesmo sabendo que com as voltas do mundo, eles(as) vão indo embora de nossas vidas; 

Que eu realimente sempre a vontade de ajudar as pessoas, mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver, sentir, entender ou utilizar esta ajuda;Que eu mantenha meu equilíbrio, mesmo sabendo que os desafios são inúmeros ao longo do caminho; 

Que eu exteriorize a vontade de amar, entendendo que amar não é sentimento de posse, é sentimento de doação;

Que eu sustente a luz e o brilho no olhar, mesmo sabendo que muitas coisas que vejo no mundo, escurecem meus olhos; 

Que eu retroalimente minha garra, mesmo sabendo que a derrota e a perda são ingredientes tão fortes quanto o sucesso e a alegria; 

Que eu atenda sempre mais à minha intuição, que sinaliza o que de mais autêntico possuo; 

Que eu pratique sempre mais o sentimento de justiça, mesmo em meio à turbulência dos interesses; 

Que eu não perca o meu forte abraço, e o distribua sempre; 

Que eu perpetue a beleza e o brilho de ver, mesmo sabendo que as lágrimas também brotam dos meus olhos; 

Que eu manifeste o amor por minha família, mesmo sabendo que ela muitas vezes me exige muito para manter sua harmonia; 

Que eu acalente a vontade de ser grande, mesmo sabendo que minha parcela de contribuição no mundo é pequena; 

E, acima de tudo... 

Que eu lembre sempre que todos nós fazemos parte desta maravilhosa teia chamada vida, criada por alguém bem superior a todos nós !  E que as grandes mudanças não ocorrem por grandes feitos de alguns e, sim, nas pequenas parcelas cotidianas de todos nós !


 







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...