30 junho 2013

Escalda pés alivia dores, cansaço e ajuda a relaxar






Da Revolução Espiritual à Social


Da Revolução Espiritual à Social


Adriana Mangabeira

Desde a 1ª notícia que assisti sobre as manifestações dos recentes dias, fui inspirada a uma reação que NUNCA ANTES experimentei.

Nunca fui afeita à política, não participei do "Fora Collor", pois sabia que podia ficar dormindo, pois não eram os jovens que o estavam expulsando, mas sim outros movimentos políticos. Nunca acreditei em política e sempre vi a corrupção como um reflexo do povo. Sim, um povo tão explorado e, depois de ditadura militar e uma confortável paz em seqüência, não se sentiu com suporte para ser proativo, mas seguiu sendo reativo e tentando garantir sua fatia e ficando satisfeito se permanecesse vivo.

Policiais mal-remunerados e sem suporte algum das autoridades para conter uma criminalidade crescente ao extremo, inspirada pela escolha de jovens, cada vez mais jovens, a jogar no time que está ganhando, o do lado negro da força.

Impostos dos maiores do mundo com a pior infra-estrutura em relação a tal arrecadação, perpetuando o sistema de escravidão e colonização.

Minha geração é a do "cada um por si". Em meu amadurecimento, fui passando pro lado espiritual do SOMOS TODOS UM. Mas, sinceramente, nunca havia conseguido vislumbrar isso em conexão com o social, de fato, em 3D. Talvez para muitas gerações à frente da minha, quando o planeta já estivesse quase todo "seco", em todos os sentidos. Mas não que eu imaginasse que poderia ser testemunha.

Acredito no despertar de consciência e expansão individual que leva a um coletivo. Ao mesmo tempo, fui aprendendo que não há vítimas ou algozes, cada um está onde tem que estar para garantir a homeostase que acontece todos os dias, até para garantir nossa respiração.

Digo há tempos que a juventude não está perdida não. Ela nasceu pronta e se anestesia em drogas, álcool ou criminalidade enquanto nós dormimos; eles nos esperam despertar para estarmos prontos a acompanhar o nível de consciência de quem já veio pronto o suficiente para não se encaixar nesse sistema opressor e ser julgado de hiperativo ou desajustado por quem não entende que, de algum lugar, uma revolução de consciência teria que começar.

São os índigos e cristais, que somam a grande maioria da geração jovem, de até 20-25 anos de idade em sua maioria.

Sempre divulgo sobre o despertar da Nova Era que, claro não é só energético e esotérico. Não existe pertinência na espiritualidade se não for para aplicar na materialidade, na vida cotidiana, na autoestima para criarmos o mundo que queremos e merecemos ao invés de reagir somente.

Evoluir espiritualmente é a ultima armadilha do ego, porque o espírito não precisa evoluir, ele só precisa de permissão pra ser, nesta vida num corpo físico.

"Seja a mudança que deseja ver no mundo" - disse Gandhi com propriedade.

A Nova Era, Era de Aquário, fala de responsabilidade e escolha, de criação do Paraíso na Terra. E não, não vamos retornar a Adão e Eva e nem viveremos em anarquia. Não é isso. É uma transformação. Que começa dentro de cada um e se espalha como uma grande onda. E já vivemos esta Era. Já vínhamos sendo preparados e começamos a pensar sustentabilidade para sobrevida da humanidade desde os últimos anos, final da Era de Peixes.

Desde a 1ª notícia sobre as atuais manifestações, senti uma onda tsunâmica espiritual de amparo e de disparo no que mobilizou a tantos e, com certeza, não reclama R$ 0,20, mas sim o cansaço e decreto popular de que "CHEGA!".

Sim, chega de abusos. Não preciso mencionar, as reclamações sabemos de cor. Mas algo aconteceu dentro de cada um de nós. Aqueles que não apoiam, apenas têm medo de acreditar que dessa vez é de verdade. Esses são os mais fortes, aqueles que têm medo da própria intensidade. Mas a hora de cada um vai chegar. Já estão fazendo seu trabalho, até mesmo provocando posicionamento em quem está chegando na frente.

Eu não tenho estrutura para aguentar estar em grandes massas por conta do meu trabalho energético. Mas vi que podia ajudar incitando essa força de transformação onde eu pudesse estar. Vi que eu podia vibrar pelas redes sociais e chegar mais longe. E, agora, com a invasão do Congresso, que eu nunca achei que viveria pra ver, vi como é maravilhoso vibrar amor, puro amor incondicional para as manifestações.

Para quem quiser tentar, vai sentir como a luz se expande, expande e expande ao infinito e nosso coração acelera, mostrando uma linda e inexplicável troca de energia de amor e de tesão pela vida com todos os envolvidos.

Essa troca se intensifica e cada um, na sua posição, hoje, logo mais, amanhã, todos os dias, pode irradiar mais e mais e mais no seu trabalho, família, amigos e vai irradiando para esta grande Rede que somos nós. SOMOS TODOS UM. Agora sim.

Os detentores do poder político e econômico continuarão decidindo, mas agora se sentem pressionados.

Pela 1ª vez vi que manipulamos o sistema. Há alguns dias eram chamados de vândalos os manifestantes pela imprensa poderosa. No dia seguinte, após a pressão nas redes sociais, o discurso mudou.

A onda foi se espalhando e boa parte dos chamados de reacionários decidiram não levar em conta somente as noticias do plin plin e ajudaram neste movimento. Tenho certeza que foram despertos também para seus hábitos de basear suas vidas e escolhas na mídia.

Hoje, 2ª manifestação no RJ e em várias capitais, a multidão aumentou. Os policiais foram orientados a não abusar do poder. Amanhã, dias se passam e passo a passo vai sendo revisto.

Lá em cima pode ser pouca a mudança, mas a mudança em cada brasileiro que, de "Deitado em Berço Esplêndido" muda para "Verás que um filho teu não foge à luta", já aconteceu. Nossos filhos e netos estão assistindo isso e eles têm um tesão e uma coragem juvenis que mudam o mundo sim!

Agora repensamos e decidimos a vida que merecemos.

A TRANSFORMAÇÃO JÁ COMEÇOU E É IRREVERSÍVEL.

"Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes.

Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta.

Nos perguntamos: "Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?" Na verdade, quem é você para não ser tudo isso? ...Bancar o pequeno não ajuda o mundo. Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você.

E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo".

(Discurso de posse, em 1994 - Nelson Mandela)



Postado no site Somos Todos Um

  

Despertar da Consciência Brasileira


Despertar da Consciência Brasileira

 Maria Cristina Tanajura

Todos concordamos que estamos vivendo um momento histórico no Brasil, justamente por ser diferente! 

Nos dias de minha vida atual, jamais vi nada igual. Já participei de passeatas quando era jovem, mas eram diferentes. Íamos pra rua pra protestar contra algo que sabíamos exatamente o que era e os nossos gritos de ordem eram semelhantes, em todos os lugares. Também não éramos tantos e nem tínhamos idades tão diferentes.

O que está acontecendo agora é um despertar de consciência! Muito bonito e cheio de significado, pois eclodiu como que de repente, quando não aguentávamos mais tanta hipocrisia, tanta corrupção, tanto dano ao que é público e virou posse de muitos que se acham no direito de usufruir do nosso dinheiro tão dificilmente ganho, sem que nos prestem contas, sem quaisquer escrúpulos.

Não suportamos mais tanta mentira, o tempo todo. Essas pessoas que são colocadas em cargos públicos para defender os nossos direitos nem estão aí para eles, e nós os amparamos desde quando não questionamos o que estão fazendo com a confiança que depositamos neles.

Sabemos que entramos numa Era de Cristal, desde o dia 22 de dezembro de 2012 e que a maior característica deste novo momento é a transparência! 

Não dá pra conviver com pessoas que colocam no rosto uma máscara mentirosa e que estudam com marqueteiros as palavras que vão nos dizer, pra nos enrolar. 

Chegou! E o bonito e bom é que isto aconteceu através de um despertar!!! De repente, não aguentamos mais! Tudo está nos machucando e enojando, mas, principalmente, a falta de verdade em torno de nós.

Se sou um pedreiro, por que não posso trabalhar de forma honesta, comprometida? Se sou um professor, por que não faço da minha cátedra um ofício de que possa me orgulhar, não importa a minha penetração? Se sou um político, o que me moveu para chegar até este cargo? Uma vontade de servir, ou apenas um desejo de ser "poderoso", conhecido, rico com o dinheiro que não é meu?

Hoje vi na televisão a imagem que me emocionou mais: os pais levando seus filhos pequenos para uma passeata de protesto, onde eles desenhavam cartazes que pediam um Brasil melhor!

Sim, porque eu me orgulho de ver que esses jovens que estão nas ruas são todos da geração de meus filhos, que se indignam, finalmente, por viverem numa sociedade injusta, onde o bem comum é esquecido, onde a violência campeia devido à falta de amor, de cidadania, de respeito pelo que é do outro e que, consequentemente, é meu também.

Todos se queixam dos vândalos que estão indo às ruas, atrapalhando o movimento. Para onde eles iriam? Já estamos convivendo há muito com a violência urbana, fruto de toda esta situação de falta de cidadania, de falta de um objetivo claro de ajuda aos que precisam se esclarecer, pra não perder a esperança em dias melhores.

Quem é mais culpado: o menor assassino, ou a sociedade que nada faz pra inserir este jovem numa escola, onde possa começar a ter uma vida mais digna, onde aprenda sobre civilidade, cooperação, onde possa se capacitar pra ganhar sua vida honestamente, ao invés de virar um mero instrumento em mãos de traficantes criminosos?

Acordamos! Sabemos tudo que não aguentamos mais e dizemos isto muito claramente nos cartazes que levamos nas mãos. 

Para onde iremos agora, o que faremos? Só Deus sabe, mas estamos caminhando... Começamos a andar e não mais conseguiremos parar.

Repito: Fica claro pra mim que este despertar é muito mais poderoso do que qualquer movimento que já vi acontecer no Brasil.

Por ser um DESPERTAR DE CONSCIÊNCIA! Quem compreende com todo o seu próprio Ser que não pode mais aguentar um estado de coisas, jamais se acomodará novamente, pois este sentimento torna-se visceral! 

Precisamos corrigir tudo que está errado, pra que a gente consiga respirar, subsistir, viver! 

A esperança é uma estrela verde e amarela que agora brilha nos céus de nosso país, Brasil tão amado! Ela estará brilhando pra nós, sem cessar, nos fortalecendo pra começarmos as mudanças.

Primeiro, com nossas crianças, em nossas famílias, nos nossos locais de trabalho, onde estivermos. Não toleremos desonestidade de qualquer natureza e a Verdade nos libertará! Com ela as bênçãos de Cristo Jesus que nos disse essas palavras há mais de dois mil anos. 

É a Nova Era anunciada chegando, de forma tão inesperada que até parece estarmos vivendo um sonho. 

O Bem vencerá, custe o que custar, pois este é o nosso destino como raça humana. E o momento anunciado é justamente este.


Postado no site Somos Todos Um em 30/06/2013



27 junho 2013

Alienígenas do Passado - A criação do homem



Por que os seres humanos são tão diferentes de todas as outras espécies que habitam a Terra? 

Nós evoluímos do macaco, ou nossa inteligência é o resultado do contato com uma fonte de outro mundo? 

Poderiam os avanços inexplicáveis na evolução humana, ter sido trabalho de seres interestelares?


25 junho 2013

Da classe média à classe mídia



Juremir Machado da Silva

É a classe média que está nas ruas.

É a mídia que tenta decifrá-la.

Apesar dos seus detratores, a classe média é como todo mundo. Tem seus devaneios. Há quem a condene por se achar mais alta do que é. Outros a censuram por se rebaixar demais.

O problema da classe média, se problema há, pode ser o de aceitar facilmente ser classe mídia.

Na onda das manifestações que incendeiam o Brasil, a classe mídia flerta com outra formulação dessa entrada de jogo:

– A onda das manifestações que “assolam” o Brasil.

A classe média, nessa hipótese meramente especulativa, deixa-se manipular com certa facilidade e sonha com saídas messiânicas em nome da ordem nacional:

– Joaquim Barbosa para presidente.

Parte da mídia quer construir a pauta da classe média. Um típico comunicador, empenhado em fazer da classe média uma dócil classe mídia, não se conteve:

– É só botar o José Dirceu na cadeia que essa gente para.

A galera pode estar nas ruas contra a “peemedebização” e contra a “petização” do país: um recebe os cargos que o outro distribui. Esses comportamentos pouco republicanos não se restringem a esses dois partidos, engolfando todos os que estão em algum poder, mas eles parecem encarná-los à perfeição.

O problema de alguns é tentar fazer crer ou aceitar acreditar que quase todo mundo está na rua pela “retucanização” do Brasil ou pela sua “arenização”, que seria um retorno ao passado, defendido no facebook, em “Golpe 2014” ou numa marcha da liberdade pela reconstrução do país.

Nas ruas há um pouco de tudo isso.

Os protestos mais contundentes têm sido focados: contra os aumentos das passagens de ônibus, contra os gastos excessivos na preparação da Copa do Mundo, contra a irracionalidade dos critérios de investimentos públicos, contra o cinismo dos três poderes da nação, contra as promessas não cumpridas e também contra a grande corrupção e a falta de punição aos corruptos.

Nas ruas, praticamente não aparecem cartazes com “pautas conservadoras”.

Os movimentos quando são contra o governo Dilma, naquilo que é da sua responsabilidade, por exemplo, os gastos com a Copa do Mundo, não são a favor dos seus adversários. 

As tentativas de apropriação pela direita estão ocorrendo fora do êxtase das passeatas.

Reduzir as manifestações a uma cruzada moral contra o governo Dilma é a armadilha da classe mídia para parte da classe média. 

Os beneficiários poderiam ser o tucano Aécio Neves, embora Geraldo Alckmin seja alvo em São Paulo, Eduardo Campos, que tenta correr por fora, e Joaquim Barbosa, como Dom Sebastião ressuscitado. Salvo se Marina Silva puder entrar na corrida.

Ou se Lula for chamado para sacrificar Dilma em benefício da causa maior.

O mais provável é que nada disso aconteça e Dilma, Aécio, Campos e Marina tenham de lutar em torno dos escombros das manifestações do inesquecível ano de 2013.

Há crise de representatividade. Será o fim da representação?

Não parece. O que se quer é ter representantes melhores e mais participação direta.

A classe mídia não sabe se bota mais lenha fogueira ou se joga água para apagar o incêndio.

O seu lado conservador chama os bombeiros.

O seu lado oportunista cutuca os incendiários.

Nas ruas, os jovens manifestantes cobram mais e melhor de todos e repudiam o mais do mesmo justificado por alguns avanços. Não se aceita chantagem.

Postado no blog Juremir Machado da Silva em 24/06/2013


Tristeza ou Depressão ?




23 junho 2013

Maneiras de potencializar a caminhada e a corrida na esteira

Esteira - foto: Getty Images


Alternar caminhada e corrida

O seu objetivo é emagrecer? Então essa pode ser sua opção: "alternar caminhada e corrida é um excelente método para quem quer perder gordura corporal", explica Fernanda Andrade. 

"Estudos mostram que treinos feitos dessa forma são muito mais eficientes que aqueles feitos de maneira constantes, do início ao fim". E melhor ainda: essa técnica ajuda também a diminuir a gordura abdominal.

O educador físico Felipe Macabeli, coordenador de Cinésio do Centro de Bem-Estar e Fisioterapia Levitas, explica como fazer: "você pode realizar um treinamento intervalado considerando o tempo - o mais fácil e mais usado em esteiras - ou a distância percorrida". Os treinos intervalados podem ser ajustados para você por um educador físico, sempre pensando em atingir seus objetivos.

Exercício na esteira - foto: Getty Images

Aumentar a inclinação da esteira

Aumentar a inclinação da esteira vai deixar o treino mais intenso, já que o efeito é o mesmo sentido ao subir uma ladeira - ou seja, além de caminhar você ainda tem que lutar contra a gravidade. Resultado: músculos a mais e calorias a menos. Panturrilhas, coxas - tanto a parte de trás quanto a da frente - e glúteos são os músculos mais trabalhados. 

Mas o ajuste deve ser feito com cuidado: "ele deve ser individualizado, não há uma regra, só assim é possível associar a inclinação sem sobrecarregar a coluna lombar do praticante", explica o educador físico Felipe Macabeli. 

O especialista sugere que, em conjunto com o trabalho aeróbico na esteira, seja feito um trabalho de resistência e de força, como a musculação, específica para a região lombar, abdominal e dos glúteos. Assim o praticante se sente mais seguro para inclinar o equipamento.

Vale fazer a mudança aos poucos para sentir caso surjam efeitos indesejados.

Passada - foto: Getty Images

Aumentar a velocidade

Subir a velocidade aumenta o gasto energético e, consequentemente, a quantidade de calorias gastas. "Além disso, fazer a atividade de caminhada em um passo mais rápido gera condições para um melhor condicionamento físico, influenciando o sistema cardiorrespiratório positivamente", explica o educador físico Felipe.

Em toda progressão de velocidade, você deve acompanhar os seguintes fatores: nível de intensidade, frequência cardíaca, condições - como dores e cãibras - do corpo no geral, ausência de dores crônicas ou desconforto articular.

A educadora física Fernanda Andrade, recomenda: "a variação de velocidade na esteira é muito boa para aumentar o gasto calórico e a intensidade do treino, mas deve ser sempre orientada por um profissional de educação física, evitando lesões e contusões musculares". 

Por isso, nada de subir e descer a velocidade por conta própria, peça sempre a ajuda de um profissional. Caso você treine sozinho, faça a alteração bem devagar - aumentando 0,1 Km por semana, por exemplo - e redobre a atenção aos sinais que seu corpo dá.

Bicicleta ergométrica - foto: Getty Images

Mescle com outros aparelhos

"Uma das grandes diferenças que há da esteira para o elíptico e a bicicleta é a maior concentração de trabalho de força periférica que há nestes dois em comparação com a esteira", explica Felipe. 

Equilibrar a atividade entre esteira e elípticos traz benefícios em dobro e você não se aborrece pela monotonia de utilizar apenas um aparelho. "Mas lembre-se: o mais importante de tudo é o praticante encontrar prazer na atividade proposta", recomenta o educador físico Felipe.

Esteira - foto: Getty Images

Mudar as direções da passada

Andar na esteira com passadas laterais e até mesmo andar de costas parece impossível? Mas não é. "Este trabalho funcional e válido para pessoas que precisam treinar tais direções para adquirir novas habilidades", explica Felipe. "No caso, para praticantes de caminhada que queiram treinar o equilíbrio e a coordenação, essa pode ser uma boa opção, desde que com orientação adequada de um profissional.

Personal trainer - foto: Getty Images

Busque a orientação de um profissional

Realizar uma avaliação física com um profissional de educação física fará bastante diferença no seu programa de caminhadas na esteira. 

"Com a avaliação é possível determinar o melhor ritmo para sua caminhada e corrida, determinando as frequências cardíacas ideais para o seu objetivo, bem como traçar sua evolução nos treinos", explica a educadora física Fernanda Andrade.

Corrida na esteira - foto: Getty Images


Respeite seus limites

Sempre! Toda atividade em excesso é prejudicial à condição física. O ideal é que você mantenha o passo de acordo com suas condições físicas atuais.

"Todo movimento forçado, desorganizado e com pouca consciência corporal pode trazer desequilíbrios ao organismo ocasionando dores na coluna, quadril, joelhos, tornozelos e excessos musculares tais como contraturas e espasmos duradouros", explica Felipe Macabeli.

Lembre-se de tratar o seu corpo com todo respeito e cuidado, evitando a parada forçada do exercício físico.


Postado no site Minha Vida no R7.com


22 junho 2013

Sorrir faz bem !



Telejornal Imparcial ! Me lembra um certo Telejornal...



Tomada do Congresso Nacional

Policiais se emocionam com manifestações


Doe medula óssea




PEC 37 não se deixe manipular pela mídia ! Se informe para não comprar gato por lebre...



Será que a multidão que tomou as ruas do Brasil sabe mesmo do que trata a PEC 37? 

Será que sabem que a iniciativa tem apoio institucional da Ordem dos Advogados do Brasil? 

Será que sabem que o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, autorizou a compra de equipamentos de escuta, e que, se não houver freios, milhares de brasileiros poderão ser bisbilhotados?









Sapato com fivelas 2013


Modelos de sapatos com fivela. (Foto: Divulgação)

Com saudade desse sapato tão social e tão clássico? Então confira aqui diversos modelos de sapatos com fivela e volte a usar essa moda tão bonita, clássica e perfeita para o dia a dia.

 Sapatinho estilo boneca Coleção Verão 2013 Azaléia [4]

Scarpin Fivela Marrom





Scarpin Moleca Boneca Salto Verniz Nude




Scarpin Moleca Boneca Salto Verniz Vermelho








Modelos de sapatos com fivela. (Foto: Divulgação)





21 junho 2013

Quando compreendermos...



Sônia Carvalho 

Quando compreendermos que não caminhamos sozinho nesse mundo, as dificuldades não mais causarão tanto sofrimento.

Quando compreendermos que o passado não pode mais ser refeito, mas que a cada amanhecer temos uma página em branco a nossa frente, sentiremos a oportunidade que temos para sempre nos renovarmos.

Quando compreendermos que os desafios do dia a dia, fazem parte do nosso progresso de evolução, não teremos medo de enfrentá-los.

Quando compreenderemos que a perseverança deve caminhar ao nosso lado, encontraremos muito potencial em nosso íntimo.

Quando compreendermos que as transformações são possíveis mas dependem de nós, iremos refletir sobre os nossos atos e escolheremos um novo caminho.

Que não importa a quantidade de desatinos cometidos, mas sim a determinação de mudarmos.

Que podemos perder muitas batalhas, mas nunca devemos desistir de continuar, de lutar e de trilhar o caminho.

Que as lágrimas também são necessárias, porque purificam a alma, mas que não devemos nos prender eternamente a elas, porque assim, não seremos capazes de enxergar a mão estendida à nossa frente.

Quando compreendermos que o Mestre caminha sim ao nosso lado, mas não pode fazer a parte que nos cabe, buscaremos modificar os nossos passos em direção a um novo horizonte.

Quando compreendermos que o amor é o sentimento mais sublime que existe, passaremos a semeá-lo por onde andarmos.

Quando compreendermos que os bens espirituais serão sempre a nossa maior riqueza, iremos cultivá-los intensamente em nosso íntimo.

E quando compreendermos que a vida não tem fim e se renova a cada momento, enxergaremos a nossa frente uma Luz a guiar os nossos passos.

E assim, passaremos a segui-la hoje, amanhã e sempre...


Postado no site Somos Todos Um


Globo usa jovens como massa de manobra para manipular



Presidente do Brasil, na Ditadura Militar, João Baptista Figueiredo de braços dados com o dono das Organizações Globo Roberto Marinho. É isto que a Globo quer de volta, o Poder! 


Adilson Filho

Hoje é um dia triste para a História do nosso país. Não foram em um ou dois pontos isolados. O que se viu nas ruas de todo o país (principalmente Rio e SP) foram jovens ensandecidos partindo pra violência contra pessoas que carregavam suas bandeiras da luta social.

Não foram só os partidos políticos (importantes numa democracia) os atacados, mas queimaram bandeiras do MST, da central única dos trabalhadores, bandeiras de outros sindicatos, e baixaram a porrada sem perdão em quem se atrevia a levantá-las.

Por favor, é preciso ter equilíbrio também para separar as coisas nesse momento. Há uma massa de jovens desiludidos com a política, pois não encontram nesse modelo arcaico uma representatividade à altura de seus novos sonhos e anseios. Esses são a maioria, e isso é legítimo. Foi dessa turma bem intencionada que surgiu o MPL. Mas aonde que está o nó disso tudo? Aonde a coisa esquenta e fica incontrolável?

Esses mesmos jovens cresceram bombardeados pela mídia e sua demonização sistemática da atividade da politica. Essa mesma mídia que protege o Daniel Dantas, o Gilmar Mendes, o Gurgel, os Empreiteiros, banqueiros, os barões do transporte público, todos os trilhardários corruptos e corruptores que sugam o país a séculos assim como os seus próprios pares, os donos desse oligopólio nefasto dos meios de comunicação brasileira.

São esses jovens, de coração puro e novas ideias, que têm seus sonhos sequestrados por essa gente reacionária, manjados colunistas de Globo, Veja, etc que ditam há anos a toada da opinião publica, escondendo seus pares, e colocando na linha de frente da população a ira contra a classe política, que é, como sabemos, apenas as ponta disso tudo…Mal comparando, Renans, Sarneys, Severinos, Felicianos e Jorginhos do Posto da vida, são como o menino negro que vende droga na favela, é gente que mal sabe se expressar, são gangsters-fantoches nas mãos de PEIXES MUITO maiores…

Mas existe uma diferença fundamental: Estes, são provisórios, descartáveis pelos sistema representativo democrático (com todas as suas falhas!!!) — assim como o garoto segurando um fuzil maior que ele na favela — enquanto que as famílias de Cavendishs, Jacobs, Dantas e outros barões serão barões para sempre como foram seus pais e avós!

Portanto, atacar essa gente é tudo que A DIREITA MIDIÁTICA CONSERVADORA quer. Mirar o foco no Agripino, no Cafeteira, no Severino, no Tiririca, é TUDO que eles querem pois além de ocultar da população quem são os verdadeiros estupradores da nação, (pergunte a 95% dos que estão nas ruas quem é Daniel Dantas, agora perguntem quem é a Inês Pandeló lá de Barra Mansa) além disso, promovem aquilo que mais faz mal a uma democracia que é a despolitização do cidadão. Cidadão despolitizado, é presa facilmente manipulável. E é aí que eles entram como ninguém..

Colocando a turma na rua pra gritar contra a PEC 37, contra o fulano e o beltrano, o impeachment da presidenta, eles zombam do movimento social na TV (teve repórter com sorriso irônico ao ver a bandeira do MST queimada)

Pergunte, novamente, a 95% desses jovens se eles sabem o que significa PEC 37, do perigo enorme pra democracia de dar plenos poderes a um Ministério Publico prevaricador e seletivo, que só investiga uma parte da atividade política e esquece por exemplo, as condições desumanas de nossos presos amontoados em verdadeiras masmorras medievais. Imaginem inchar de poder essa caixa-preta, que precisa hoje, muito mais de uma reforma rigorosa do que de superpoderes.

Mas isso pouco importa, eles querem é usar os jovens como massa de manobra dessa droga de informação manipulada que empurram dia e noite e goela abaixo e fazem rolar essas e outras pautas reacionárias pelos Facebooks da vida.

Assim, a Globo , Veja etc deram a sua enorme contribuição para o país, ajudando, durante esses anos, a criar (parte de) uma geração pronta para o combate e a partir até pra violência (como vimos) contra instituições democráticas que muitos não tem nem a mais vaga ideia do que significou na História do Brasil.

Quem está nas ruas, há anos sabe como funciona... Muitas vezes, basta um palito de fósforo para botar fogo em Roma! Como podemos presenciar ontem aqui no Rio. Um grupo vem com suas bandeiras, pacificamente exercendo seu direito, e alguns “inocentes” começam a gritar “Sem partido”, “Sem partido”, Sem partido”!! Logo dois ou três mais exaltados correm pegam uma bandeira, tacam fogo e pronto: Começa a gritaria já se juntam dez, quinze , cinquenta pra bater tacar pedra e agredir sem nem saber porque, muitos apenas por que ouviram - meu Deus do céu - dizer que aquelas bandeiras ali são dos “inimigos”!

Eu vou parar de falar, fico um pouco emocionado ao ver isso acontecendo, jamais imaginei viver aqui no Brasil, depois das Diretas, de 92, de tantas e tantas marchas e lutas históricas, que na mesma rua de lutas, no mesmo chão o perigo, além das forças policiais de governadores psicopatas, pudesse também vir do “colega” que está ao meu lado!

Eles conseguiram, essa mídia doente e assassina! Agora, é tentar ir na luta do dia a dia, mostrando pra essa galera nova aí o quanto de perigo que pode existir quando atacamos nossos movimentos, partidos etc, que deram a vida inteira seu quinhão para que hoje pudéssemos estar ali pisando e protestando naquele solo.

Por fim um pedido de paz:

Um viva a você que acordou, mas por favor, respeite a quem nunca dormiu!

Postado no blog Viomundo em 21/06/2013
Imagem e legenda inseridas por mim


20 junho 2013

Do porquê devemos ser a favor da Pec 37



Igor Nogueira 

Não pretendo adentrar em detalhes técnicos aqui porque escrevo para que o máximo de pessoas possa compreender, mas asseguro que a melhor doutrina do Direito não enxerga compatibilidade dentro do ordenamento jurídico brasileiro para que o Ministério Público instaure investigação criminal por contra própria e depois seja parte acusatória no processo penal (essa, sim, função sua e obrigatória).

A Constituição Federal, ao listar as funções do Ministério Público no art. 129 (http://bit.ly/WuZWDW), não colocou investigação criminal entre elas. Ou seja, isso foi uma OPÇÃO do constituinte – representante do povo brasileiro. A previsão constitucional é que o MP pode requisitar diligências ou a abertura de inquérito policial à autoridade competente.

Foi o PRÓPRIO Ministério Público, por meio de uma resolução de seu Conselho Nacional (http://bit.ly/19iXpEW), que se concedeu o direito de promover investigação criminal. Não há qualquer lei que lhe atribua essa função. Basicamente, o MP legislou em favor próprio por meio de uma resolução.

A mídia golpista diz que a PEC pretende tirar o poder de investigação do MP. Isso é pura manipulação. O MP vai poder seguir instaurando procedimentos investigatórios de naturezas diversas previstas no ordenamento jurídico. Apenas deixará de promover investigação CRIMINAL. Ou seja, não vão lhe retirar poder de investigação nenhum, pois ele nunca teve poder de investigação criminal e ninguém perde o que nunca teve.

Nossa Constituição estabelece que a policia judiciária (civil e federal) é que tem a função de apurar crimes e promover a investigação criminal (http://bit.ly/14jn79m), sob controle externo do MP.

Entretanto, uma investigação criminal promovida pelo Ministério Público é controlada por quem? Uma investigação presidida pelo MP é despida de qualquer forma de fiscalização, ocorre de modo totalmente livre, dando margem à toda espécie de abuso e ilegalidade. Os promotores gozam de garantias (e de corporativismo) que impedem qualquer controle externo, mesmo por parte do Juiz. Por maior que seja o crime que venham a cometer no exercício de sua função no máximo são punidos com uma aposentadoria compulsória de alta remuneração.

O Ministério Público utiliza como fundamento para instaurar investigação criminal um suposto silêncio da Constituição (interpretação essa que é um absurdo, porque a constituição listou expressamente as funções que queria delegar ao MP). Para solucionar esse impasse é que foi feita a Proposta de Emenda à Constituição n. 37, conhecida como PEC37, que pretende deixar EXPLÍCITO aquilo que o MP faz questão de fingir não entender.

A velha mídia não tem compromisso com a democracia, com os direitos fundamentais e com as garantias que o povo brasileiro conquistou a duras penas, por isso se posiciona tão veemente contra a PEC37, pois essa PEC representaria o fim de seu show midiático, de suas condenações antes mesmo de qualquer julgamento, de suas “fontes secretas” etc.

Não se enganem, meus amigos. Quem está do lado da democracia e da justiça social deve dizer SIM à PEC37. Se ainda tiver dúvida basta ver quem está contra: inimigos históricos da democracia e da cidadania.

*Igor Nogueira é advogado, bacharel em Direito pela UFF.

Postado no blog Maria Frô em 20/06/2013


19 junho 2013

No fundo mesmo o que se clama nas ruas é por mais justiça



Washington Araújo

Em 11 capitais, dezenas de milhares aderiram aos protestos. Os 20 centavos que motivaram a mobilização inicial em São Paulo, no dia 6 de junho, tornaram-se ainda mais irrisórios diante da abrangência e da intensidade do que se vê 12 dias depois.

O que está em jogo é muito mais do que caraminguás. As ruas requisitam uma nova agenda para o Brasil. Não significa desqualificar conquistas e avanços preciosos dos últimos anos. Mas a história apertou o passo. Talvez até porque a musculatura do percurso agora o permite.

No fundo mesmo o que se clama nas ruas é mais justiça.

Será que os “em posição de poder” conseguirão perceber isto?

Erram tremendamente os que buscam tirar proveito da mobilização popular.

Aqueles que sejam insanos agirão assim. Insanos porque não perceberam que há uma exaustão do material chamado “boa vontade com os políticos”. 

Os protestos são contra este jeito secular e atual de se fazer política, esse jeito de esticar as palavras transformando-as em promessas vazias e encurtar as ações levando-as à sua total inexistência.

No horizonte somente um sol poderá brilhar e aquecer os corações e as mentes dos que ousam tomar a História com as mãos: o surgimento do líder-servidor, do líder altruísta, do líder que coloca os interesses coletivos acima de todo e de qualquer interesse pessoal e egoístico.

O desafio é este: mudar o eixo que sustenta as relações de poder.

Sai de cena a luta pelo poder a qualquer custo e está prestes a entrar em campo a visão de que o mais importante é a prática das virtudes humanas – honestidade, sinceridade, humildade e espírito de serviço à coletividade.

Postado no blog Cidadão do Mundo em 19/06/2013

Nota:

Já estava na hora do povo sair às ruas para protestar e mostrar às autoridades e políticos, tudo que falta ao Brasil para se tornar o país justo que todos sonhamos.

Tirando os aproveitadores e vândalos, que com certeza são a minoria, as manifestações são legítimas e estão provando que o povo não está alienado, como achavam alguns.

As pessoas que, realmente, querem ver seus direitos respeitados, tais como, o direito à Saúde, o direito à Educação, o direito à Segurança, o direito a um Trabalho Digno com salário, também, digno, o direito a Aposentadoria  que seja capaz de permitir ao aposentado uma velhice tranquila, devem agir com muita calma e sabedoria para continuar a ter o direito ao Voto e à Democracia.

Lembram-se dos aproveitadores e vândalos citados à cima? 
Pois temos que ter muito cuidado com eles.

A elite, os políticos que estão na oposição ao governo e os donos das empresas de comunicação, estão tentando virar o jogo, colocando seus infiltrados para transformar as manifestações por direitos em movimento para retirar, ilegalmente, do poder a Presidente Dilma, legitimamente eleita.

Todo o governante que quer o bem de seu povo e ama seu país, comete erros tentando acertar. Com certeza, não se enquadram nesta situação todos os Ex-Presidentes da Ditadura Militar, e os que vieram a governar antes do Presidente Lula, pois provaram que não tinham amor pelo povo e nem pelo país com seu servilismo aos interesses internacionais, quebrando o Brasil várias vezes e vendendo nossa riqueza e patrimônio público a troco de banana.

O povo está indo às ruas mostrando sua insatisfação, mas deve ficar alerta, pois usou o direito do Voto para colocar a Presidente Dilma no governo e deve usar este mesmo direito para tirá-la, nas próximas eleições, caso ache por bem.

Não devemos permitir que transformem, esta massa linda de pessoas, que está nas ruas de todo o país, protestando e lutando por seus direitos, em massa de manobra com fins, certamente, bem distantes dos interesses e direitos do povo brasileiro.

Rosa Maria (administradora deste blog)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...